Aviso

IPASEAL SAÚDE

Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Alagoas
Quinta, 10 Junho 2021 14:36

Imunização: a importância das vacinas para proteção contra doenças

A vacina é uma das principais formas de evitar a propagação de inúmeros problemas prejudiciais à saúde e de proteger as pessoas. É por meio dela que diversas doenças como varíola, poliomielite, sarampo e rubéola foram erradicadas. Em meio à pandemia do Coronavírus, a importância da vacina voltou a ser reforçada para que pessoas de todas as idades possam ficar imunes ao vírus.

O surgimento da vacina aconteceu no século XVIII por Edward Jenner, que descobriu a vacina antivariólica, a primeira de que se tem registro e, desde então, é a principal forma de prevenção de muitas doenças. Basicamente, ela funciona introduzindo no organismo o agente infeccioso enfraquecido ou morto.

Quando isso acontece, há uma reação natural do corpo para combatê-lo, gerando anticorpos que protegem a pessoa do vírus ou da bactéria, mesmo quando eles se manifestam de forma mais forte.

Além de proteger o indivíduo vacinado, a imunização com a dose correta também é uma forma de manter toda a sociedade afastada da doença. Isso porque, quanto menos pessoas servirem como hospedeiras do vírus e da bactéria, menos ele/ela conseguirá sobreviver, podendo chegar à erradicação total em determinado momento.

Além de proteger a saúde, a vacinação do maior número possível de indivíduos é fundamental para a retomada da economia e para a volta à normalidade. Devido à importância da vacina, reservamos este post especialmente para falarmos sobre isso.

Como saber se estou em dia com as vacinas?

Quando ainda somos bebês, tomamos a maioria das vacinas que precisamos para combater essas doenças transmitidas por vírus. Sendo assim, com certeza você ou sua mãe tem guardado uma caderneta de vacinação com o registro de todas as que você já tomou.

Com ela em mãos vá até a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima e peça para conferirem se você está com alguma vacina atrasada. Se estiver, normalmente, eles já vacinam na hora.

Algumas vacinas, como a do tétano, são necessárias repetir a dose a cada 10 anos. No caso da febre amarela é recomendado tomá-la se a sua região está passando por um surto dessa doença.

Então, vá à UBS e confira se precisa de alguma vacina ou se está protegido. É importante que se veja a vacina como um bem que foi criado para evitar a proliferação de doenças.

É bom lembrar que elas não são benéficas apenas para um indivíduo, mas para a sociedade. Pois elas evitam epidemias e pandemias com a da Covid-19.

Fontes: Conteúdo da Internet